Pede música! Virada sobre a Lusa com terceira vitória seguida coloca Botafogo entre os melhores times

Foi na base da virada sobre a Portuguesa, na noite desta quarta-feira (29), que o Botafogo se tornou definitivamente, na classificação do Paulistão, um dos melhores times entre todos os 20 participantes. Os 2 a 1 aplicados sobre a Lusa, no Canindé, com gol no fim, fizeram o Tricolor abrir mais vantagem na liderança do Grupo B em relação ao Corinthians, que foi goleado pelo Santos por 5 a 1.
 
Agora com nove pontos após quatro rodadas, sendo uma coleção de três vitórias consecutivas, o Bota também se tornou a quarta melhor equipe da classificação geral, atrás apenas de Santos, São Paulo e Palmeiras. Dentro da chave, o time tricolor já abriu três pontos pontos de vantagem para o Timão e só perderá a liderança na próxima rodada caso perca do Santos e o Corinthians vença a Ponte Preta, ambos os jogos por diferença de três ou mais gols.
 
O duelo contra o Peixe, líder do Grupo C, será neste sábado (01), às 19h30, na Vila Belmiro, em Santos - a delegação seguiu em São Paulo após a vitória. A Portuguesa, por sua vez, é o segundo pior time do campeonato, vice-lanterna do Grupo C com um ponto e hoje estaria rebaixada para a Série A2.
 
A vitória botafoguense só pôde ser de virada em virtude do gol de Giovanni, da Portuguesa, que abriu o placar no Canindé. Aos 20 minutos, logo depois de o jogo ser retomado (esteve paralizado durante 15 minutos por falta de energia elétrica no estádio), o meia da Lusa pegou uma sobra de cobrança de escanteio e chutou de primeira. A bola quicou no gramado e enganou Gilvan: 1 a 0.
 
Entretanto, dois minutos depois, Mike recebeu passe milimétrico de Wellington Bruno pela esquerda, passou por Valdomiro e dividiu com o goleiro Glédson antes de a bola entrar. No choque, Mike levou a pior e precisou ser substituído sem comemorar o gol de empate.
 
Na etapa final, aos 36 minutos, o Botafogo marcou o gol da vitória. Um bonito gol com a assinatura de Wellington Bruno na "caderneta" de Marcelo Macedo. Bruno colocou a bola por entre as pernas de Rondinelly, invadiu a área, cortou Valdomiro e chutou para o gol. Como a bola desviou em Macedo antes de entrar, o árbitro registrou na súmula que o gol foi do camisa 9. Marcelo Macedo, que ficou com o gol, passou a ter dois no Paulistão, o mesmo número de Mike.
 
Ficha Técnica
PORTUGUESA 1 X 2 BOTAFOGO
Estádio: Canindé, em São Paulo
Público: 959 pagantes / Renda: R$ 26.030,00
Árbitro: Raphael Claus
Auxiliares: Fausto Augusto Viana Moretti e Alex Ang Ribeiro
Adicionais: Vinicius Furlan e Ilbert Estevam da Silva
Cartões Amarelos: Willian Magrão (POR); Augusto Ramos, César Gaúcho e Daniel (BOT)
Gols: Giovanni 20'1º (1x0), Mike 22'1º (1x1) e Marcelo Macedo 36'2º (1x2)
 
PORTUGUESA
Glédson; Régis Souza, Diego Augusto, Valdomiro e Bryan; Renan, Willian Magrão (Diego Silva), Wânderson e Giovanni (Rondinelly); Vânder e Henrique (Leandro)
Técnico: Guto Ferreira
 
BOTAFOGO
Gilvan; Daniel, César Gaúcho, Henrique Mattos e Augusto Ramos (Willian); Gilmak (Léo), Hudson, Camilo e Wellington Bruno; Marcelo Macedo e Mike (Giovanni)
Técnico: Wagner Lopes
 
Rafael Gonçalves


*Exercite a ética jornalística. Cite a fonte.

Palavras-chave:

|

Voltar

Escreva seu comentário

Data

De jose renato

Assunto vitoria do fogo contra lusa

Responder

Legal o titulo da materia: Vira, vira, vira, vriouuuuu!