Especial: Estádio Santa Cruz completa 46 anos; confira os 20 maiores jogos na casa do Tricolor

Ele está entre os maiores de São Paulo, é carinhosamente chamado de "Colosso da Ribeirânia"' e já acostumou-se a receber grandes ídolos e jogos. Casa do Botafogo desde 1968, o estádio Santa Cruz completa nesta terça-feira (21) 46 anos de fundação com a honra de ter o seu dono na elite do futebol paulista.
 
O projeto, assinado por Secundino Espíndola e Mário Reginato, previa construção a partir dos degraus de terra onde, na época, existia um enorme cafezal. O presidente Waldomiro Silva não poupou esforços para erguer a nova casa botafoguense e, em 1967, o Bota despedia-se do Luis Pereira para passar a jogar no Santa Cruz, nome em homenagem ao bairro Santa Cruz do José Jacques.
Estádio Santa Cruz / Foto: Divulgação

Foi diante da seleção da Romênia que o Botafogo inaugurou o novo estádio, ainda sem o setor das sociais e com arquibancada incompleta. Nada que estragasse a festa: goleada do Pantera por 6 a 2, com o botafoguense Sicupira marcando o primeiro gol do estádio.

Seleção brasileira
Ao longo de seus 46 anos, o estádio Santa Cruz recebeu a seleção brasileira principal duas vezes. Em 14 de março de 1981, o time treinado por Telê Santana venceu o Chile por 2 a 1, com gols de Zico e Reinaldo. Sócrates, revelação do Tricolor, voltava ao estádio Santa Cruz, desta vez com a camisa amarelinha.

Doze anos depois, em outro amistoso do Brasil, aconteceu o recorde de público no Colosso da Ribeirânia. Aproximadamente 60 mil pessoas viram o empate com a Polônia por 2 a 2. A nossa seleção era treinada por Carlos Alberto Parreira e marcou gols com Swierczerwski (contra) e Müller. Era a vez de Raí, irmão de Sócrates e que também foi formado no Pantera, vestir a amarelinha no Santa Cruz.

Finais de Paulistão
Dois títulos de Campeonato Paulista foram decididos na casa botafoguense. Em 1995, com o Pacaembu em reformas, os duelos finais entre Palmeiras e Corinthians aconteceram no Santa Cruz. O Timão ficou com o título ao vencer o segundo jogo por 2 a 1, com gol de Elivélton na prorrogação, para quase 48 mil torcedores.

Em 2001, o Botafogo conquistou vaga na final e enfrentou o Corinthians. No primeiro jogo, o alvinegro venceu por 3 a 0 e conquistaria o título ao empatar por 0 a 0, no Pacaembu.

 

Rafael Gonçalves


*Exercite a ética jornalística. Cite a fonte.

Voltar

Escreva seu comentário!

Data

De joserenato-jrm@uol.com.br

Assunto Santa Cruz hitórico

Responder

Tive o privilegio e alegria(menos a de 1996, nada alegre) de participar de toda esta historia, desde o primeiro jogo.