Especial RGdoGol: O Leão voltou! Na Joia, Comercial conquista acesso ao Paulistão de 2014

nature wallpaper hd for desktop

A passagem do Comercial pela Série A2 do Paulista durou apenas um ano, realidade bem diferente de tempos anteriores em que amargou mais de 20 campeonatos da segunda divisão consecutivos. Rebaixado em 2011 com a pior campanha do Paulistão, o Leão do Norte deu a volta por cima e decretou o retorno ao principal campeonato Estadual do Brasil mesmo perdendo do Capivariano por 1 a 0, domingo (28), no estádio Palma Travassos, em Ribeirão Preto. O acesso foi selado em casa, contando com mais de 15 mil torcedores na Joia, o maior público do time nos últimos tempos.

Em 2014, ano de Copa do Mundo no Brasil, o Comercial voltará a ser um dos 20 principais times de São Paulo, reencontrará o grande rival Botafogo, e ainda enfrentará São Paulo, Santos, Corinthians, Palmeiras, Mogi Mirim, Ponte Preta, Penapolense, Linense, XV de Piracicaba, Bragantino, São Bernardo, Paulista, Ituano, Atlético Sorocaba, Oeste, Rio Claro, Portuguesa e Audax.
 
A festa do acesso praticamente começou em Catanduva, na penúltima rodada. O empate por 0 a 0 com o Catanduvense deixou o Comercial com grandes chances de selar a conquista. Quatro dias depois, ao término do jogo no Palma Travassos, contra o Capivariano, o estádio Palma Travassos virou um salão de festas. A conquista foi especial para três jogadores: o goleiro Alex, o único do atual elenco que já havia levado o próprio Comercial ao Paulistão, em 2011, além do zagueiro Mirita e do volante Acleisson, únicos titulares que nasceram em Ribeirão Preto.
 
 

A CAMPANHA

Os 19 jogos iniciais foram marcados por uma coleção de empates. Foram oito até a reta de chegada, quando começou a vencer todos os seus jogos no estádio Palma Travassos e se classificou com a terceira melhor campanha, conquistando 32 pontos.
 
A vaga virtual no quadrangular semifinal da Série A2 chegou na 17ª rodada, com a vitória dramática de 1 a 0 sobre o Grêmio Osasco - gol salvador de Viola. Mas foi somente no 19º e último jogo que o Leão do Norte se crendenciou matematicamente. Entrou em campo praticamente garantido diante de um já rebaixado Juventus e não perdoou a fragilidade do rival: goleada histórica de 7 a 0.
 
Na fase de acesso, oscilou entre vitórias em Ribeirão e derrotas nas outras cidades até o empate em Catanduva. Já na Joia, voltou a aplicar uma goleada de 7 a 0, desta vez sobre a Portuguesa, candidata ao título. Mas a festa maior estava por vir, apesar da derrota para o Capivariano por 1 a 0.
 
 

O ARTILHEIRO

O atacante Macena começou a Série A2 como vilão e a terminou como heroi da torcida comercialina. O jogador que iniciou o campeonato marcando gol sobre o Rio Claro teve três longas séries de jogos sem balançar as redes. Mas cresceu de produção na reta de chegada, passou a fazer um gol atrás do outro, e se consolidou como o maior artilheiro do Comercial em um único campeonatos dos últimos tempos.
 
Macena fechou o campeonato com 13 gols em 22 jogos, sendo oito nos últimos seis jogos em que disputou. Além de Macena, o Comercial teve outro artilheiro na campanha do acesso: o meia Leandro Oliveira, com nove em 19 jogos. Um dos gols, porém, foi marcado pelo lateral Magalhães e creditado em súmula pelo árbitro para Oliveira.
 
 

O TÉCNICO

Luis Carlos Martins manteve a fama de "Rei dos Acessos". Chegou ao Comercial no início de fevereiro para substituir Wagner Lopes, contratado pelo São Bernardo, e conduziu o Leão do Norte ao retorno ao Paulistão. Com Martins no comando, o time Alvinegro perdeu apenas cinco de 18 jogos. Martins conquistou o seu segundo acesso seguido. No segundo semestre de 2012, levou o Oeste de Itápolis à Série B do Brasileiro.
 
 

A TORCIDA, 12º JOGADOR

O Comercial contou com o apoio da galera para voltar ao Paulistão. Em 13 jogos realizados no estádio Palma Travassos, o Leão recebeu mais de 25 mil torcedores, o maior público geral da Série A2 e a maior em média, superando a torcida do São José.
 
Para empurrar o time, o torcedor comercialino voltou a ter o seu "canto preferido". Sem o tapume que foi inserido durante o Paulistão de 2012, o alambrado fez parte novamente do contexto da Joia para infernizar os times adversários. O torcedor, literalmente, jogou junto.
 

 

O JOGO DO ACESSO

COMERCIAL 0 X 1 CAPIVARIANO ดูบอลสด

Estádio: Palma Travassos, em Ribeirão Preto-SP
Público: 10.720 pagantes / Renda: R$ 167.355,00
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto
Auxiliares: Marco Antônio de Andrade Motta Júnior e Maria Eliza Correia Barbosa
Cartões Amarelos: Samuel (COM); Léo, Lucas e Michel (CAP)
Gols: João Paulo 18'1° (0x1)

 
COMERCIAL
Alex; Rafael Goiano (João Francisco), Daniel Gigante, Gustavo Bastos e Eduardo; Acleisson, Ricardo Oliveira (Rafinha), Willian Favoni, Samuel e Leandro Oliveira (Marques); Viola
Técnico: Luis Carlos Martins
 
CAPIVARIANO
Maurício; Marlon, Léo, Rodrigo e Pedro Henrique; Lucas (Bruno), João Paulo, Alemão e Georginho (Willian); Leandro Banana (Michel) e Silas
Técnico: Ruy Scarpino
 
 
 
Clique aqui e relembre como foi o acesso anterior ao Paulistão, em 2011
 
 
>> PRESENTE do RGdoGol para o torcedor comercialino! Salve a imagem abaixo em seu computador, imprima, e guarde os heróis do acesso como álbum de figurinhas.
 
 

Rafael Gonçalves*


*Pesquisa, texto, artes e edição
Voltar

Escreva seu comentário

Data

De marcos

Assunto parabens rafa

Responder

Parabens Rafael por toda cobertura da A2 e ao nosso Leão que com garra subiu novamente.