Especial RGdoGol! Acesso do Botafogo para a Série A completa 15 anos em dezembro

Torcida Fiel Força Tricolor

O dia 20 de dezembro de 1998 está marcado como uma das datas mais mais importantes do futebol ribeirão-pretano. Na tarde de um domingo, no estádio Santa Cruz, o Botafogo goleava a Desportiva Capixaba por 5 a 1 e conquistava o vice-campeonato da Série B do Brasileiro, consequentemente, o direiro de disputar a elite nacional depois de 15 anos.

O Pantera entrou em campo precisando vencer o adversário, que também tinha seis pontos e dividia com o próprio Botafogo a vice-liderança do grupo - atrás do líder Gama-DF. Mas passou por cima do rival com uma goleada histórica. O acesso, que transformou Ribeirão Preto em festa, completa 15 anos no fim de 2013.

 

Atacante Jó em lance contra a Desportiva-ESA trajetória
Foram 25 jogos, de agosto a dezembro, até a conquista do acesso. Na primeira fase, o Botafogo teve que encarar Vila Nova-GO, Volta Redonda-RJ, Criciúma-SC, Sampaio Corrêa-MA e Santa Cruz-PE. Venceu sete dos dez jogos e liderou o Grupo B com folga - cinco pontos a frente do vice-líder Santa Cruz-PE [21x16].

Na etapa seguinte, em uma melhor de três partidas, o time botafoguense enfrentou o CRB-AL, que havia se classificado como quarto colocado do Grupo D com uma campanha modesta. O Pantera levou um susto no primeiro jogo, perdendo no estádio Rei Pelé, em Maceió, por 2 a 1. No jogo seguinte, entrou em campo precisando vencer para não ser eliminado e fez 2 a 0, forçando um terceiro duelo. O empate por 0 a 0 garantiu a classificação tricolor.Volante Júnior

Paysandu-PA, Londrina-PR e Joinville-SC seriam os próximos rivais do Botafogo, que, sob o comando de Marco Antônio Machado, começava a ver o acesso cada vez mais próximo. No quadrangular semifinal, o Tricolor venceu três jogos, empatou um e perdeu dois, classificando-se para a fase decisiva como líder do Grupo N, ao lado do Londrina.

Começava então, a contagem regressiva para a volta à primeira divisão. Faltavam seis jogos. Na estreia, um ponto conquistado fora de casa, com o empate por 0 a 0 com a Desportiva-ES. Em seguida, venceu o Londrina-PR por 1 a 0 e perdeu do Gama-DF por 2 a 1, ambos em Ribeirão Preto. Os demais resultados favoreceram o Bota, que com os empates diante de Gama-DF [1x1] e Londrina-PR [0x0] continuava com chances de acesso, selado com a goleada de 5 a 1 sobre a Desportiva-ES.

 

Técnico Marco Antônio MachadoBotafogo calou o Castelão
Entre os 12 jogos disputados fora de casa, um entrou para a história. No final de agosto de 1998, o Botafogo viajou até o Maranhão para enfrentar o Sampaio Corrêa no dia 23. O jogo mobilizou São Luís, já que o time da casa vinha de vitórias sobre Criciúma-SC e Volta Redonda-RJ e empate com o Santa Cruz-PE nas três primeiras rodadas.

Porém, a invencibilidade do Sampaio Corrêa ficou pelo caminho quando enfrentou o Botafogo. O estádio Castelão transformou-se em um 'caldeirão' com os 58.289 pagantes. Os maranhenses, porém, ficaram calados com o gol do meia Rodrigo Nozé, aos 23 minutos do primeiro tempo, e começaram a deixar o estádio quando o volante Alexandre Silva fechou o placar em 2 a 0 para o Bota, aos 32 do segundo. Foi um dos jogos de maior público da Série B de 1998.

 

Goleiro AlexandreAlexandre, a muralha
O Botafogo teve em 1998 uma das defesas menos vazadas entre todos os 24 times participantes. Tudo graças ao goleiro Alexandre, que havia sido contratado da Francana. Com belas defesas em lances difícies e, até, em penalidades máximas, o goleiro tornou-se no principal jogador do Botafogo no campeonato.

A estreia de Alexandre aconteceu somente na sétima rodada, quando o Bota venceu o Sampaio Corrêa-MA por 2 a 0, no estádio Santa Cruz. Anteriormente, a meta tricolor vinha sendo defendida por Ronaldo, remancescente da Série A2 do mesmo ano. Alexandre não saiu mais do gol e disputou 19 jogos, sofrendo 19 gols. No total, o Bota levou 24 gols em 25 jogos.

 

A caminhada até o acesso
1ª Fase
03/08 Vila Nova-GO 3 x 1 BOTAFOGO (Júnior)
09/08 BOTAFOGO 2 x 1 Volta Redonda-RJ (Wágner e Lúcio)
16/08 Criciúma-SC 0 x 3 BOTAFOGO (Taílson, Wágner e Lúcio)
23/08 Sampaio Corrêa-MA 0 x 2 BOTAFOGO (Rodrigo Nozé e Alexandre Silva)
30/08 BOTAFOGO 2 x 0 Santa Cruz-PE (Bell e Lúcio)
06/09 Santa Cruz-PE 1 x 0 BOTAFOGO 
12/09 BOTAFOGO 2 x 0 Sampaio Corrêa-MA (Bell e Marquinhos)
24/09 BOTAFOGO 1 x 2 Criciúma-SC (Wágner)
27/09 Volta Redonda-RJ 0 x 1 BOTAFOGO (Wágner)
06/10 BOTAFOGO 1 x 0 Vila Nova-GO (Ricardinho)

2ª Fase
13/10 CRB-AL 2 x 1 BOTAFOGO (Lúcio)
18/10 BOTAFOGO 2 x 0 CRB-AL (Júnior e Adílson Balinha)
20/10 BOTAFOGO 0 x 0 CRB-AL

Semifinal
08/11 Paysandu-PA 3 x 3 BOTAFOGO (Marquinhos, Sérgio e Taílson)
12/11 BOTAFOGO 2 x 1 Londrina-PR (Sérgio e Taílson)
16/11 Joinville-SC 2 x 1 BOTAFOGO (Rogério)
19/11 BOTAFOGO 4 x 1 Joinville-SC (Lúcio-2, Taílson e Bell)
23/11 Londrina-PR 2 x 0 BOTAFOGOLondrina-PR x Botafogo
26/11 BOTAFOGO 2 x 1 Paysandu-PA (Júnior e Lúcio)

Final
03/12 Desportiva-ES 1 x 1 BOTAFOGO (Wágner)
07/12 BOTAFOGO 1 x 0 Londrina-PR (Taílson)
10/12 BOTAFOGO 1 x 2 Gama-DF (Jó)
13/12 Gama-DF 1 x 1 BOTAFOGO (Júnior)
17/12 Londrina-PR 0 x 0 BOTAFOGO
20/12 BOTAFOGO 5 x 1 Desportiva-ES (Rogério, Taílson, Jó, Marquinhos e Carlão)

 Clique aqui e confira o vídeo do acesso do Botafogo para a Série A em matéria do Globo Esporte

Rafael Gonçalves


*Exercite a ética jornalística. Cite a fonte.

Voltar

Escreva seu comentário

Data

De Ivan

Assunto Parabéns

Responder

Eu tava lá. Só uma dúvida. Adilson Balinha não fazia parte desse time? Ouvi dizer que ele virou frentista.
Esses 4 atacantes fizeram vários gols no Botafogo, vc lembra se era um esquema com 3 atacantes? Eu lembro de ver o Wagner e o Lúcio de titular... Ou será que era outro ano?

Data

De Rafael Gonçalves

Assunto Re:Parabéns

Responder

Ivan,
O Adilson Balinha fez quatro jogos na Série B de 1998, todos entrando no segundo tempo. Ele estava trabalhando como frentista em Ribeirão Preto, mas deixou a cidade no começo do ano.

O time-base do Botafogo era: Alexandre, Júlio César, Rogério, Bell e Pedrinho Nozé (Serginho); Alexandre Silva, Júnior, Rodrigo Nozé (Wágner) e Marquinhos; Jó (Lúcio) e Taílson

Data

De Evandro Grili

Assunto Fogão

Responder

Inesquecível esse dia! Um dos mais felizes que eu vivi em Santa Cruz!

Data

De Jornaleiro

Assunto JOINVILLE

Responder

NO jogo BOTA 4X1 Joinville, o 10 deles, era um Marco Aurelio.
Um baixinho que provocava a torcida, Qdo foi subsitituido, ao descer ao tunel, fez gesto obeceno a torcida, que deu um banho de copos dagua nele-E u inclusive.
Nesse jogo NARRADO por Cesar Bruno, O BOTA fez 2 gols relampagos,Apos o gol, na saida de bola, perderam a bola e creio que Tailson fez em se guida
CESAR BRUNO avisava: nao e replay nao, - e NOVO GOL..

kkkkkkkkkkkkkk

Data

De Lincoln Fernandes

Assunto Eu fui...

Responder

Eu estava lá, transmitindo pela Rádio CMN Jovem Pan. De fato foi uma vitória marcante do Botafogo....e o Castelão virou o Velórião....