Segue no G8! Em jogo de gols relâmpagos, Botafogo empata e completa cinco jogos sem perder

Dois gols relâmpagos no início da partida resultaram no quinto jogo seguido do Botafogo sem derrota no Paulistão. Na noite deste sábado de Carnaval (09), no estádio Antônio Lins Ribeiro Guimarães, em Santa Bárbara D'Oeste, o Tricolor marcou o seu gol com apenas três minutos, mas sofreu outro aos quatro e ficou no 1 a 1 com o União Barbarense. Como teve um jogador expulso no segundo tempo e não repetiu as boas apresentações das rodadas passadas, o Bota festejou o empate.
 
O Tricolor não sofre uma derrota desde o dia 23 de janeiro, quando foi goleado pelo Santos por 3 a 0 na única vez em que não somou ponto no Estadual. Restando quatro jogos para o encerramento da sétima rodada, o Bota tem 12 pontos e não sairá do G8 - ficará em sexto, sétimo ou oitavo lugar. O União Barbarense, por sua vez, tem apenas cinco e luta contra o rebaixamento.
 
No outro sábado (16), o Pantera enfrentará outro time ameaçado pelo fantasma da Série A2. Enfrentará o Mirassol, na casa do adversário, às 19h30. O Leão da Araraquarense venceu apenas um dos sete jogos disputados.
 
No confronto contra o União Barbarense, o Botafogo abriu o placar com apenas três minutos. O lateral-direito Crystian cobrou escanteio e encontrou o zagueiro César Gaúcho, que marcou de cabeça. Logo em seguida, porém, aos quatro, Cesinha recebeu a bola livre, sem marcação, e empatou.
 
Na etapa final, o zagueiro Cris foi expulso de campo aos 32 minutos, deixando o Botafogo com um jogador a menos. Foi então que o técnico Marcelo Veiga fechou o time para segurar mais um ponto no Paulistão.
 
Ficha Técnica
UNIÃO BARBARENSE 1 X 1 BOTAFOGO
Estádio: Antônio Lins Ribeiro Guimarães, em Santa Bárbara D'Oeste-SP
Árbitro: Philippe Lombard
Auxiliares: Anderson José de Moraes Coelho e Ricardo Pavanelli Lanutto
Cartões Amarelos: Itaqui (UB); Raí, Francis e Nunes (BOT)
Cartões Vermelhos: Cris (BOT)
Gols: César Gaúcho 3'1º (0x1) e Cesinha 4'1º (1x1)
 
UNIÃO BARBARENSE
Walter; Alex, Juliano, Édson Borges (Rafael Silva) e César (Chicão); Edilson Azul, Itaqui, Melinho e Cesinha; Cléverson e Dairo (Bachin)
Técnico: Moisés Egert
 
BOTAFOGO
Rafael; César Gaúcho, Cris e Igor; Crystian (Preto Costa), Gilmak, Zé Antônio, Otacílio Neto (Alemão) e Douglas Packer (Raí); Francis e Nunes
Técnico: Marcelo Veiga
 
Rafael Gonçalves

Palavras-chave:

|

Voltar

Escreva seu comentário

Nenhum comentário foi encontrado.