Bala, Fumaça, Neblina, Nevada, Petróleo, Toloco... Bombinha! Apelidos curiosos no Comercial

Foto: A CidadeCom dois gols decisivos no clássico Come-Fogo e mais um que decretou a vitória sobre o Catanduvense, nesta quarta-feira (1), o atacante Elionar Bombinha (foto) já caiu nas graças da torcida. E em apenas quatro rodadas se instalou como vice-artilheiro do Paulistão.

O apelido do jogador passou a ser ovacionado pela torcida, no estádio: "Bombinhaaaa, Bombinhaaa, Bombinhaaa", gritaram os torcedores ao deixarem o Palma Travassos ao final do jogo contra o Catanduvense. Nas redes sociais, o apelido do atacante tem resultado em diversos brincadeiras entre os torcedores: "Bombou!", "A bomba cai duas vezes no mesmo lugar!" e "Buuuuum", escrevem os comercialinos.

Mas Bombinha não será o único a ter apelido diferente na história do Comercial. Ao longo dos 100 anos, o clube já teve Fumaças, Balas, Petróleo, Cascavel, Jacaré e até Cipó. Confira alguns jogadores que utilizaram nomes não tão comuns ao vestir a camisa alvinegra:
musik

 

JOGADOR POSIÇÃO DÉCADA
Toró Atacante 60
Jair Bala Meia 60
Canhoteiro Atacante 70
Pedrada Atacante 70
Fião Atacante 70
João Motoca Atacante 80
Paulinho McLaren Atacante 80
Mauro Pastor Zagueiro 80
Neblina Atacante 80
Petróleo Atacante 80/90
Marcelo Telinha Atacante 90
Édson Fumaça Zagueiro 90
Jacaré Atacante 90
Marco A. Cipó Meia 90
Monga Atacante 90
Naza Volante 90
Marcelo Fumaça Atacante 90
Cascavel Atacante 90
Vanusa Volante 90
Preta Atacante 90
Marcos Toloco Atacante 90
Mona Volante 90/00
Nei Bala Atacante 00
Chuba Atacante 00
Nevada Atacante 00
João Fumaça Atacante 00
Elionar Bombinha Atacante 10

Rafael Gonçalves

Voltar

Escreva seu comentário

Nenhum comentário foi encontrado.