O grande confronto! Há 37 anos, Sócrates enfrentava Rivelino, no estádio Santa Cruz, pelo Paulistão

Poucas vezes na história do futebol o torcedor ribeirão-pretano teve a oportunidade de ver um duelo entre dois dos maiores jogadores que já defenderam a camisa da seleção brasileira: Sócrates contra Rivelino. O confronto, que reuniu Botafogo contra Corinthians, completa 37 anos neste domingo (2).

O encontro no Santão foi válido pelo Campeonato Paulista da primeira divisão de 1974 e terminou empatado por 2 a 2. Rivelino fez os dois gols do Corinthians, enquanto que Sócrates não marcou, mas deu passe para o segundo gol de Geraldão que decretou o empate do Botafogo.

No primeiro tempo, Lance tocou para Rivelino chutar com força para as redes do goleiro Jorge. Antes do fim, Geraldão aproveitou descuido do zagueiro Brito e empatou o jogo de cabeça. Na etapa final, Lance deixou passar um cruzamento de Vaguinho e a bola sobrou livre para Rivelino. Mas Sócrates apareceu no jogo e fez excelente passe para Geraldão empatar.

Antes da partida, Rivelino recebeu uma placa de prata por ter feito um gol diante do América, na rodada passada, com apenas cinco segundos de jogo. Até então, era o gol mais rápido do mundo. Já Geraldão, com os dois gols, seguiu como artilheiro isolado do Paulistão com nove bolas na rede.

No mesmo dia do empate por 2 a 2, o Santos vencia a Ponte Preta por 2 a 0, na Vila Belmiro, no último jogo de Pelé, contratado pelo Cosmos, dos Estados Unidos.


Ficha Técnica
BOTAFOGO 2 X 2 CORINTHIANS
Data: 02/10/1974
Estádio: Santa Cruz, em Ribeirão Preto-SP
Horário: 21h00
Renda: Cr$ 224.477,00
Árbitro: Dulcídio Wanderley Boschilia
Gols: Rivelino 25'1º (0x1), Geraldão 45'1º (1x1), Rivelino 3'2º (1x2) e Geraldão 20'2º (2x2)

BOTAFOGO
Jorge; Ferreira, Manoel, John Paul e Eraldo; Júlio Amaral e Cunha (Ferreirinha); João Carlos, Sócrates, Geraldão e Nenê
Técnico: Milton 'Tiri' Bueno

CORINTHIANS
Ado; Zé Maria, Baldochi, Brito e Vladimir; Tião e Rivelino; Vaguinho, Lance, Adãozinho e Peri
Técnico: Silvio Pirilo

Rafael Gonçalves

Voltar

Escreva seu comentário

Data

De J. Maurício Sanchez - Olímpia - SP

Assunto Craques na mais pura acepção da palavra.

Responder

Parabéns ! Isso,sim, vale a pena ser lembrado. Uma geração de verdadeiros fenõmenos do futebol. Como eram geniais !