No Santão só dá Fogão! Botafogo suporta tempestade e apagão para vencer Penapolense e voltar ao G8

Uma vitória por 1 a 0, com gol de zagueiro e num jogo que ficou paralisado por uma hora, em virtude de uma tempestade que resultou na falta de energia elétrica no estádio Santa Cruz, colocou o Botafogo novamente no G8 do Paulistão.
 
Além de chegar aos 15 pontos, subir para o quinto lugar e ultrapassar o Penapolense, adversário da noite deste sábado (23), o Tricolor ainda somou três pontos em cima de um concorrente direto pela vaga na Série D do Brasileiro deste ano.
 
O resultado com placar simples sobre o time de Penápolis colocou fim a um jejum de três partidas consecutivas sem vitórias no Paulistão. Mais aliviado, o Bota terá uma semana inteira para se preparar. No próximo sábado (02), às 18h30, jogará no ABC Paulista contra o lanterna São Caetano.
 
O primeiro tempo do duelo no estádio Santa Cruz, neste sábado (23), teve um convidado nada agradável. Com apenas 13 minutos, o jogo precisou ser paralisado em virtude de uma tempestade que assustou torcedores, jogadores e árbitros. Ainda mais com a queda de energia elétrica do estádio. Com a escuridão, os jogadores deixaram o gramado até que sistema de iluminação fosse reestabelecido. Entretanto, só voltaram a jogar depois de uma hora.
 
Em virtude da longa paralisação e da forte chuva, dezenas de torcedores foram embora mais cedo e não viram de perto o gol botafoguense de abertura de placar. Melhor em campo depois da tempestade, o Bota saiu na frente aos 23 minutos, quando o lateral-direito Daniel cobrou escanteio e o zagueiro Cris se antecipou ao goleiro Roni para mandar uma cabeçada certeira.
 
Na etapa final, o Bota chegou a criar boas jogadas e ter chances de ampliar, mas se viu acuado pelo Penapolense em alguns momentos. Administrou o jogo até o apito final para conquistar sua quarta vitórias, todas atuando em casa.
 
Ficha Técnica
BOTAFOGO 1 X 0 PENAPOLENSE
Estádio: Santa Cruz, em Ribeirão Preto-SP
Público: 3.291 pagantes / Renda: R$ 60.160,00
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo
Auxiliares: Alexandre Basílio Vasconcellos e Patricia Carla de Oliveira
Cartões Amarelos: Cris (BOT); Francismar, Dênis e Biro (PEN)
Gols: Cris 23'1º (1x0)
 
BOTAFOGO
Rafael; Igor, Cris e Preto Costa; Daniel, César Gaúcho, Zé Antônio, Fábio Gama (Neizinho) e Raí (Gilmak); Francis e Dimba (Douglas Packer)
Técnico: Marcelo Veiga
 
PENAPOLENSE
Roni; Luis Felipe, Gualberto, Biro e Rodrigo Biro; Liel, Dênis (Viola), Anderson Carvalho e Francismar (Magrão); Fio e Silvinho Júnior (Alex)
Técnico: Édison Só
 
Rafael Gonçalves

Palavras-chave:

|

Voltar

Escreva seu comentário

Nenhum comentário foi encontrado.