Só festa! Botafogo mantém embalo no Santa Cruz, vence Guarani e iguala a campanha do Corinthians

O estádio Santa Cruz se tornou o maior trunfo do Botafogo no Paulistão. Foi atuando em casa que o Tricolor conquistou na noite deste domingo (03) a sua terceira vitória no campeonato, mantendo um embalo desde o início. Com os 3 a 1 sobre o Guarani, em jogo que reviveu a "Batalha do Santão" de 2012, quando o time tricolor evitou o rebaixamento nos últimos minutos, o Bota chegou aos dez pontos conquistados de 15 disputados, mantendo-se no G8, em sexto lugar.
 
A campanha botafoguense é a mesma do Corinthians, adversário desta quarta-feira (06) novamente no Santa Cruz. O Timão, entretanto, ocupa uma posição à frente por ter seis gols positivos de saldo contra três do Botafogo.
 
No confronto deste domingo (03), o Bota passou por cima do Guarani logo nos 30 primeiros minutos, quando já goleava por 3 a 0. Aos 11, o lateral-direito Daniel não conseguiu dominar a bola ao dividir com o zagueiro Leandro Souza e a sobra ficou com o atacante Francis, que chutou rasteiro para abrir o placar. Três minutos depois, aos 14, Daniel ajeitou para Francis, que não conseguiu dominar. A bola sobrou para o atacante Otacílio Neto, que atuou como meia, encher o pé e fazer mais um. O terceiro gol saiu aos 28, quando Otacílio Neto cobrou falta na cabeça do zagueiro Igor para boa defesa do goleiro Juliano. No rebote, o também zagueiro César Gaúcho apenas empurrou para o gol.
 
O Bugre passou a pressionar a partir dos 30 minutos, quando o volante botafoguense Zé Antônio cometeu falta e recebeu o cartão vermelho. Com um a mais em campo, o Guarani foi para cima e descontou ainda no primeiro tempo. Aos 39 minutos, o atacante Siloé recebeu na entrada da área, fez a finta sobre Igor e chutou no ângulo para marcar um golaço. O Bota se defendeu no segundo tempo para selar mais uma vitória.
 
Ficha Técnica
BOTAFOGO 3 X 1 GUARANI
Estádio: Santa Cruz, em Ribeirão Preto-SP
Público: 3.364 pagantes / Renda: R$ 60.898,00
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo
Auxiliares: Alexandre Basílio Vasconcellos e Patricia Carla de Oliveira
Cartões Amarelos: Francis e Gilmak (BOT); Tiago Pagnussat (GUA)
Cartões Vermelhos: Zé Antônio (BOT) 
Gols: Francis 11'1º (1x0), Otacílio Neto 14'1º (2x0), César Gaúcho 28'1º (3x0) e Siloé 39'1º (3x1)
 
BOTAFOGO
Rafael; Rafael Caldeira (Alex) (Álvaro), César Gaúcho e Igor; Daniel, Gilmak, Zé Antônio, Otacílio Neto (Henrique Mattos) e Douglas Packer; Francis e Nunes
Técnico: Marcelo Veiga
 
GUARANI
Juliano; Tiago Pagnussat, Leandro Souza (Weslley) e Max; Oziel, Ademir Sopa, Boiadeiro (Dudu), Eusébio e Diogo; Gabriel Esteves (Ronaldo Mendes) e Siloé
Técnico: Branco
 
Rafael Gonçalves

 

Voltar

Escreva seu comentário

Nenhum comentário foi encontrado.