Começou bem! Botafogo estreia no Paulistão, em casa, carimbando as faixas do campeão brasileiro Oeste

A faixa do Oeste de campeão brasileiro da Série C do ano passado foi carimbada na noite deste domingo (20) pelo Botafogo. Estreando na edição 2013 do Paulistão, o Tricolor apresentou um futebol convicente para vencer o rival de Itápolis por 2 a 0 no estádio Santa Cruz.
 
Curiosamente, os dois gols da primeira vitória botafoguense no campeonato foram marcados por jogadores revelados no próprio clube: o jovem lateral-direito Daniel e o experiente volante Zé Antônio.
 
Na primeira rodada, o Bota já ocupa o quarto lugar com os mesmos três pontos de Penapolense, Santos, São Paulo, São Caetano e Linense, e terá uma missão complicada na próxima quarta-feira (23), quando visita o Santos de Neymar e Montillo - o Peixe está na frente no critério de desempate por ter feito um gol a mais que o Pantera.
 
No jogo deste domingo (20), o Botafogo entrou em campo com um esquema 3-5-2 armado pelo técnico Marcelo Veiga e atacou o Oeste desde o início. O primeiro gol, porém, saiu apenas aos 39 minutos, quando Daniel recebeu na entrada da grande área, pelo setor direito, e mandou um forte chute de perna esquerda: 1 a 0.
 
Na etapa final, logo aos dez minutos, o lateral-esquerdo Giovanni cruzou e Zé Antônio não perdoou, de cabeça, para ampliar. Sete minutos depois, o zagueiro Igor cometeu falta dura, reclamou da arbitragem e foi expulso, deixando o Botafogo com um jogador a menos. O Oeste, por sua vez, também sofreu com uma expulsão. Hudson derrubou Francis e cancelou qualquer hipótese de reação do Rubrão.
 
Ficha Técnica
BOTAFOGO 2 X 0 OESTE
Estádio: Santa Cruz, em Ribeirão Preto-SP
Público: 4.266 pagantes / Renda: R$ 79.180,00
Árbitro: Fábio de Jesus Volpato Mendes
Auxiliares: Daniel Luis Marques e Vitor Carmona Metestaine
Cartões Amarelos: Daniel, César Gaúcho e Gilmak (BOT); Péterson, Ligger, Hudson e Lelê (OES)
Cartões Vermelhos: Igor (BOT); Hudson (OES)
Gols: Daniel 39'1º (1x0) e Zé Antônio 10'2º (2x0)
 
BOTAFOGO
Rafael; Rafael Caldeira, Igor e César Gaúcho; Daniel, Gilmak, Zé Antônio (Alemão), Douglas Packer (Henrique Mattos) e Giovanni; Francis (Paulo Roberto) e Nunes
Técnico: Marcelo Veiga
 
OESTE
Fernando Leal; Dedê (Lelê), Eduardo Luiz, Dezinho e Ligger; Paulo Vitor, Péterson (Jô) (Marcinho), Hudson e Jéfferson Recife; Wânderson e Jheimy
Técnico: Luis Carlos Martins
 
Rafael Gonçalves

 

Voltar

Escreva seu comentário

Nenhum comentário foi encontrado.